MINHA AUSENCIA NAS VISITAS

MINHA AUSENCIA NAS  VISITAS
Meus amigos, estou ausente em minhas visitas, estou passando por momentos dificeis, meu Pai esta em coma, com problemas gravissimo no Pulmão e Cancer na Medula. Assim que puder eu os visitarei. Beijos no coração

sábado, 7 de março de 2009

DIA INTERNACIONAL DA MULHER


A Mulher ideal ...

É aquela que é maravilhosa acima de tudo.

Que pode com um sorriso provocar amor e felicidade.


A Mulher ideal ...

É aquela que é simples por natureza.

Que pode explanar com simples gestos

toda a sua feminilidade e grandeza.


A Mulher ideal ...

É aquela que sabe como ninguém entender

os sinais do amado antevendolhe

os movimentos estando sempre ao seu lado.


A Mulher ideal ...

É aquela que não seja perfeita,

pois somente Deus o é,

mas que busque aperfeição em todos os seus gestos.


A Mulher ideal ...

É aquela que mostra a sua beleza todos os dias,

como no primeiro encontro.

Fazendo dos momentos com o seu amado um eterno reencontro.


A Mulher ideal ...

É aquela que mesmo com o passar dos anos,

tenha sempre o sorriso demenina,

pois o enrugar da pele é ínfimo perante a alma feminina.


A Mulher ideal ...

É aquela que se apresenta perante a

sociedade como a mais formosa dama.

Mas quando na intimidade partilhe todos os segredos..


Enfim, a Mulher ideal ...

É aquela que mesmo não sendo Deusa,

sabe como ninguém trazer umpedacinho do céu.
(a.d)

7 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Linda homenagem para nós Mulheres.

Tem selinho la pra vc.

beijooo.

Aqui - Ali - Acolá disse...

Olá Lucinha bom dia.
Primeiro quero agradecer-te por tua visita a meu Blog.
Aqui neste teu post (que está uma maravilha em homenagem à mulher), eu o acho lindíssimo e muito rico no seu conteúdo:

Esta parte que diz:

A Mulher ideal ...

É aquela que não seja perfeita,

pois somente Deus o é,

mas que busque a perfeição em todos os seus gestos.

Quem souber interpretar bem estas palavras aqui tem todas as respostas em relação à mulher.

Um sentimento muito profundo o teu ao mencionares aqui este tão belo post.

A parte final dele:

Enfim, a Mulher ideal ...

É aquela que mesmo não sendo Deusa,

sabe como ninguém trazer um pedacinho do céu. (a.d)

Esta parte final então arrasa por completo o coração de qualquer ser humano que se digne dar o valor à mulher tal como ela é no mundo em que vivemos.

Muito belo e muito analístico este teu post que para mim merece 5*****.

Tenho lido muito na minha vida sobre a mulher, seus preconceitos virtudes, etc., mas apesar de tudo, nós homens também temos tudo isso mas de uma forma diferente, e este teu post, dignifica mais ainda o que é de bom neste mundo, que é forte, sofre mas dá o amor que Deus
lhe deu é a (mulher).

Mulher o que és tu mulher,
Sou o ímpio deste mundo solitário
Sou a que sofre mas não faço sofrer
Sou aquele ser que gera vida em mim
Sou aquele ser que dá vida ao mundo
Sou a beleza da noite e das manhãs
Sou o forte das fraquezas humanas
Sou a vida de outra vida
Sou aquilo que quiserem que seja
Mas sou sim Mulher, precioso bem da Natureza.

Bjos amiga vou seguir teu blog atentamente juntando-o ao meu.

Até sempre amiga

Pedaços de Mim disse...

Ola Luucinha
Muito obrigada pelo selinho que é lindo!
O seu blog é igualmente lindo e a musica encanta.
Obrigada pela sua amizade.
Beijos

Silvia disse...

Obrigada pelo selinho você foi extremamente gentil e delicada. bjs

Silvia disse...

Vou colocar aqui um dos textos mais interessantes que já li sobre a visão de um homem, que deve ser lindo!

O único defeito da mulher

Texto de Sérgio Gonçalves, redator da Loducca, publicado no jornal da agência.

"Se uma memória restou das festinhas e reuniões de familiares da minha infância, foi a divisão sexual entre os convivas: mulheres de um lado, homens do outro. Não sei se hoje isso ainda ocorre. Sou anti-social ao ponto de não freqüentar qualquer evento com mais de 4 pessoas, o que não me credencia a emitir juízo. Mas era assim que a coisa rolava naqueles tempos. Tive uma infância feliz: sempre fui considerado esquisito,
estranho e solitário, o que me permitia ficar quieto observando a paisagem.

Bom, rapidinho verifiquei que o apartheid sexual ia muito além das diferenças anatômicas. A fronteira era determinada pelos pontos de vista, atitude e prioridades. Explico: no "córner" masculino imperava o embate das comparações e disputas. "Meu carro é mais potente, minha TV é mais moderna, meu salário é maior, a vista do meu apartamento é melhor, meu time é mais forte, eu dou 3 por noite", e outras cascatas típicas da macheza latina. Já no "córner" oposto, respirava- se outro ar. As opiniões eram quase sempre ligadas ao sentir. Falava- se de sentimentos, frustrações e recalques com uma falta de cerimônia que me deliciava.

Os maridos preferiam classificar aquele ti-ti-ti como fofoca. Discordo.
Destas reminiscências infantis veio a minha total e irrestrita paixão pelas mulheres. Constatem, é fácil. Enquanto o homem vem ao mundo completamente cru, freqüentando e levando bomba no be-a-bá da vida, as mulheres já chegam na metade do segundo grau. Qualquer menina de 2 ou 3 anos já tem preocupações de ordem prática. Ela brinca de casinha e aprende a dar um pouco de ordem nas coisas. Ela pede uma bonequinha que chama de filha e da qual cuida, instintivamente, como qualquer mãe
veterana. Ela fala em namoro mesmo sem ter uma idéia muito clara do que vem a ser isso. Em outras palavras, ela já chega sabendo. E o que não sabe, intui. Já com os homens a historia é outra. Você já viu um menino dessa idade brincando de executivo? Já ouviu falar de algum moleque fingindo ir ao banco pagar as contas? Já presenciou um bando de meninos fingindo estar preocupados com a entrega da declaração do Imposto de Renda? Não, nunca viram e nem verão. Porque o homem nasce, vive e morre uma existência infanto juvenil. O que varia ao longo da vida é o preço dos brinquedos. Aí reside a maior diferença. O que para as meninas é treino para a vida, para os meninos é fantasia, e competição. Então a fuga os acompanha o resto da vida, e não percebem quanto tempo eles perdem com seus medos.

Falo sem o menor pudor. Sou assim, todo homem é assim. Em relação ao relacionamento homem/mulher, sempre me considerei um privilegiado.
Sempre consegui enxergar a beleza física feminina mesmo onde, segundo os critérios estéticos vigentes, ela inexistia. Porque toda mulher é linda. Se não no todo, pelo menos em algum detalhe. É só saber olhar.
Todas têm sua graça.

E embora contaminado pela irreversível herança genética que me faz idolatrar os ícones de cafajestismo, sempre me apaixonei perdidamente por todas as incautas que se aproximaram de mim.
Incautas não por serem ingênuas, mas por acreditarem.

Porque toda mulher acredita firmemente na possibilidade do homem ideal.

E esse é o seu único defeito..."

Beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

'FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER'

Tem presente lá pra vc amiga.

beijooo.

Everson Russo disse...

Parabens pelo seu dia anjo meu, toda mulher é ideal, toda mulher deve ser amada, respeitada, venerada e transformada em poesia...beijos no coração e uma linda semana....